terça-feira, 22 de abril de 2014

Delicadeza de gestos e imagens


Esse video foi compartilhado pela Marcela do blog colacorelinha, e como adoro estética delicada e colorida resolvi compartilhar. São nove minutos de história mostrando um dia de uma menina que adora colorir o mundo. Vale a pena.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Montando um bolo nude e uma celebração caseira

    Semana passada foi meu aniversário e dentre tantas celebrações convidei alguns amigos para bater papo lá em casa. Como adoro fazer coisas resolvi, com a ajuda da minha mãe, fazer um bolo nude ao invés do meu tradicional bolo de chocolate.
    A receita foi de pão de ló, tradicional, sem manteiga, só farinha, claras batidas açúcar e suco de laranja. O processo que demandou mais tempo foi o de montar o bolo, fora o medo dele desmontar todo.
Usei a técnica da linha para dividir o bolo em duas partes e poder rechear o meio. Nesse momento quase deixei espatifar tudo no chão, marido salvou a pátria usando uma espátula. Molhei o meio com suco de laranja e usei doce de leite como recheio. Para deixar o doce de leite mais mole misturei com creme de leite, mas acho que exagerei na quantidade, pois o recheio ficou muito aguado. Usei morangos e carambolas para enfeitar.



Fiquei na dúvida se usava ou não morangos no meio, mas percebi que tinha comprado poucos, e acabei deixando só na borda. Acho que o meio recheado tinha deixado ele mais bonito.
 usei doce de leite em cima para grudar os morangos.
 minha mesa de doces

pompons, brigadeiros e alfajores..

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Alfajor Falsa: Aprendiz de Cozinheira

Fiquei devendo postagem do desafio do Aprendiz de Cozinheira, aproveitando a páscoa resolvi fazer uma receita super fácil ensinada pela minha amiga Dani.
Ingredientes:
1 pacote de biscoito maria
1 lata de leite moça
3 colheres de chocolate em pó
1 barra de chocolate para cobertura.

Faça o brigadeiro básico, misturando o leite moça, o chocolate em pó e leve ao fogo até desprender da panela. Depois de pronto faça sanduíches usando o biscoito maria e molhe os sanduíches no chocolate derretido.
Espere secar em uma folha de papel manteiga, se quiser leve um pouco para a geladeira. Simples, rápido e fácil.






quarta-feira, 9 de abril de 2014

Evento: El Bazar

    Passei quase uma semana sumida das postagens mas fiquei super atarefada fazendo coisinhas para o El Bazzar, evento criado por amigas minhas que já esta indo pro segundo encontro. Nele estarei expondo peças que criei com biscuit e materiais de bijuteria, washi tapes e coisinhas fofas do jeito que eu gosto. Além disso, aproveito para passar a tarde em ótima companhia de pessoas super criativas.







quarta-feira, 2 de abril de 2014

Livro de Papel para montar

   
 
   
    Semana passada, na Saraiva do Botafogo Praia procurando por presentes para os sobrinhos achei esse livro na sessão de crianças. Foi amor a primeira vista, lembrei da minha infância quando colecionava bonecas de papel. Ganhei de presente do namorido e hoje montei o primeiro projeto, é facílimo basta destacar na área pontilhada, dobrar e colar conforme indicado na figura. Porém sugiro passas o estilete para deixar o acabamento mais bonito.



Escolhi o da feira de música medieval. Abaixo seguem as peças destacadas.

Dobrando


Tudo colado e pronto para enfeitar meu cantinho.



terça-feira, 1 de abril de 2014

Kindle e livros de artesanato para dispositivos móveis

    Hoje, lendo uma postagem da Zilah sobre livros de artesanato que podem ser comprados pela Amazon me lembrei de falar do livros pro Kindle. Primeiro gostaria de lembrar que sou fã tanto do kindle quanto de todos os aplicativos de leitura para tablets. O Kindle revolucionou minha vida. Calma, isso não é post de auto ajuda, eu explico o porque.

    Primeiro quero deixar claro que não me tornei opositora dos livros de papel, sou apaixonada por eles e sou leitora compulsiva e amo ilustrações, capas e diagramações e todo o universo dos livros. Porém, como leitora compulsiva tenho alguns problemas  pois leio em média uns 45 livros por ano e, desde criança tenho o hábito de sempre andar com um livro na bolsa. Em termos de peso isso é uma grande diferença pois, o livro que levo na bolsa é sempre aquele que estou lendo, seja ele pequeno ou grande como os volumes da série Game of Thrones( li os 3 primeiros em papel e os levava pra todos os cantos). Um dos resultados desse peso todo são as dores na cervical.
Nesse quesito o kindle já ganhou, pois além de leve ele ocupa pouco espaço na bolsa e desde que ganhei o meu estou lendo muito mais( olhos brilhando de felicidade).

    O segundo fator é o da quantidade de livros pela casa, cheguei a um ponto que não cabiam mais livros nas estantes e tive que me desfazer de muitos. Isso considerando que todo ano faço uma doação de livros tanto para escola que trabalho quanto para o pré comunitário que dou aula. Ainda acho que livros são o melhor dos objetos de decoração mas estou tentando limitar até porque onde moro é úmido e os livros mofam. Uma tristeza ver os livros mofando. Com o kindle peguei o hábito de deixar na escrivaninha os livros que estou lendo e que peguei emprestados( meus estudantes vivem me emprestando alguns)

as crônicas de spiderwick são xodó, foram presente de Natal do namorido.

lista de espera coleção que uma estudante do sexto ano me recomendou. Ao fundo minha tampa de escrivaninha forrada com washi tapes. 

     O terceiro fator é o ingresso no doutorado, antes do kindle eu tinha pilhas e pilhas de xerox, teses e projetos e hoje tenho quase tudo que preciso salvo. Isso mudou minha vida tanto no quesito de acumular menos papéis quanto na praticidade. Agora tudo fica fácil de ser consultado e ainda consigo marcar trechos e colocar notas. Muito bom.

      O quarto e último fator, que descobri a pouco tempo é: Existem livros de artesanato maravilhosos que você compra na Amazon e chegam na hora no seu dispositivo. Desde que descobri isso já comprei uns dois e adorei a compra. Um deles foi só de projetos de artesanato medievais e o outro só de projetos com pompons. Uma doçura. Pra quem é fã de artesanato recomendo muito.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Alpargatas lindas ou viva a produção artesanal

    Sou apaixonada por alpargatas, acho lindas, confortáveis e combinam com tudo mas infelizmente ainda não tinha encontrado nenhuma cuja relação custo benefício valesse a pena. Pois como todos sabem as coisas aqui no RJ estão com preços muito abusivos. Minha mãe tinha comprado um par em shopping por quase 200 reais. Namorei um bom tempo e fiquei na maior dúvida se o preço valia a pena.  Com isso, fiquei um bom tempo apenas desejando. Até que no ano passado, uma professora amiga minha, que é de Recife chegou no RJ usando alpargatas lindas produzidas por um artesão de Recife. O preço, 80 reais que vão direto pras mãos do artesão que produziu. Justo, muito justo.
    Ela me passou o contato do artesão, que tem uma página no facebook, a Kameel & Co. Alpargataria.  Entrei em contato com o Laercio, produtor dessas lindezas e perguntei se entregava no Rj, fizemos o acordo que eu pagaria metade de entrada e a outra metade quando as alpargatas chegassem. Tudo na base da confiança, e eu fiquei morrendo de medo delas não chegarem.
    Fiz a encomenda em janeiro, o Laercio me mandou tudo direitinho. Recebi minhas alpargatas em fevereiro e desde então elas não saem do meu pé. Super bem feitas e muito confortáveis elas foram uma compra maravilhosa. Recomendo muito. O preço? 80 reais cada mais o frete. Tudo muito justo e o mais importante é que comprei direto de quem faz. Viva a produção artesanal!
    Abaixo seguem as fotos das minhas mas vale a visita na página do facebook.


Gostou? Vai lá: Kameel & Co Alpargataria

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails