domingo, 23 de novembro de 2014

Decoraçõa Natalina DIY: Washi tape

Já faz alguns anos que não monto árvore de Natal em casa, não sei dizer o por que mas não me identifico muito com as decorações natalinas. Poucos são os lugares que me surpreendem e me fazem querer ter igual. Natal parece que virou mega evento, com mega decorações nos shoppings e tudo em tamanho gigantesco. Me dá uma certa angústia de ver as lojas todas decoradas e meio parecidas. A sociedade de consumo nos uniformiza. Importamos um modelo de Natal e consumimos, consumimos e consumimos.
Acho que por todos esses motivos não me animo a comprar árvore e montar árvore, tenho dúvidas se quando tiver filhos isso vai mudar e eu vou querer fazer esse ritual com a criança. Sei lá?
Esse ano porém, pela primeira vez me animei com uma decoração natalina, as árvores feitas com fitas de washi tape. Achei a inspiração no pinterest e resolvi me jogar. Fitinhas abertas, tesouras, fotos tiradas da internet e minha guirlanda de pompons. O resultado foi uma decoração que ficou a minha cara, que é alegre e super diferente. Primeiro ano que me animo, quem sabe daí não vai nascer a tradição das minhas árvores de washi tape.
Gostou da ideia? Você só precisa de 1 parede, fitinhas de washi tape e muita imaginação.


 Primeiro fiz a árvore mais ou menos centralizada e coloquei a guirlanda. Achei que a parede era grande e meio vazia, mais uma visita ao pinterest e achei a rena empalhada(detalhe pro nariz vermelho).


O urso polar ficou lindo e acho que ele vai continuar depois do Natal, estou apaixonada por ele. Fiz seguindo um desenho na internet mas contei com a ajuda de namorido que tem um olho melhor que o meu.

Resultado final. O que acharam?

sábado, 22 de novembro de 2014

Coraline: tempo de criar

Feriado em final de ano significa duas coisas trabalhar e estudar. Corrigir provas, ler textos e produzir material pros bazares de fim de ano.
Há algum tempo voltei a fazer alfinetes com biscuit em miniatura. Foi só isso pro bichinho da criação me pegar de novo e me dar vontade de produzir novidades. No começo do ano ganhei de uma amiga umas 20 caixinhas de mdf, ela me deu porque tinha certeza que ia aproveitar. As caixas foram pra minha gaveta organizar as peças de bijuterias. As tampas ficaram ali, me olhando e eu achando que tinham cara de quadrinhos. Fiz bichinhos empalhados pra dar de presente pra amigas mas ainda queria mais. Queria cenários em miniatura, pequenos e cheios de detalhes.
Resolvi testar com livros e filmes favoritos e minha primeira tentativa foi com meu livro/filme predileto: Coraline.
A ideia era fazer a boneca e me inspirar em alguns aspectos mais marcantes do filme: botões, a porta, o carretel, agulha e a chave.

Pro material usei:

  • tampa de mdf
  • biscuit
  • 1 cristal
  • 1 botão
  • linha preta(pro carretel)
  • caneta em gel(pros detalhes)
  • folha de um livro velho que estou usando para isso
  • washi tapes.


O resto foi paciência, tentativas e erros:

 Primeiro fiz a boneca em biscuit, os olhos a parte.
 No lado de fora da caixa usei esse washi tape de circo(lembram da cena do circo?)
 dentro pintei de preto e forrei o fundo com um quadrado do livrinho depenado(uso pra isso)
 porta e detalhes com a caneta em gel
 todos juntos prontos para serem montados.
Coraline Jones, linda e assustadora.
Gostaram?

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Book Tag

Como sou uma louca apaixonada por livros amo todas as book tag sobre o tema. Hoje vi essa do blog Pode chamar de duds(que por sinal recomendo bastante) e fiquei morrendo de vontade de fazer.
Vamos a ela:
Fire Starter – Um livro com seu personagem badass favorito
Gift of a FriendUm livro com a melhor amizade
Really Don’t Care – Um livro que você sempre vai defender
Who’s That Boy – Um livro com seu personagem masculino favorito
Fix a Heart – Um livro que ~quebra seu coração~
Made In the USA – Um livro que tem o melhor relacionamento (amoroso)
Together – Um livro que traz uma mensagem cada vez mais rica, ela é poderosaíssima
Um  livro com seu personagem badass favorito:



Pensei logo no Kvothe, o anti herói de uma das minhas séries favoritas: as crônicas do Matador de Reis, do Patrick Rothfuss. A saga, que ainda esta no segundo volume conta a história de Kvothe. Ela se passa em um mundo de fantasia onde magos e criaturas fantásticas são comuns. O personagem principal que fica órfão logo após ter a sua tribo de ciganos massacrada luta para sobrevier e ingressar na escola de magia. Porém, ele nem sempre faz as escolhas corretas ou é o mais honrado. Kvothe é um sobrevivente e ao contrário dos heróis tradicionais ele faz muita besteira e é bastante arrogante as vezes. Ou seja, um personagem bem real. Vale cada segundo dessa leitura.

Um livro com a melhor amizade:



O menino solitário do livro O Oceano no fim do Caminho me cativou desde o início, pois como ele fui uma menina que teve uma adolescência solitário e cercada de livros . O personagem principal, que agora adulto, retorna ao seu lar de infância e começa a lembrar de sua vizinha e amiga Lettie Hempstock, a menina diferente que dizia que o lago no fundo de sua propriedade era seu oceano particular. Sou fã incondicional de Gaiman e de suas narrativas fantásticas e me apaixonei por Lettie, a amiga que vai até a última consequência para ajudar seu amigo solitário.

Um livro que você sempre vai defender:



Acho que todos do Rick Riordan, o que ele fez pelas mitologias foi reacender nos jovens uma curiosidade pela história antiga. Uso ele nas minhas aulas do sexto ano e tenho resultados apaixonantes. Não é literatura boba nem infantil. São séries maravilhosas e cativantes. 
Acho que o mais legal dessa série é que apesar dos filmes não terem emplacado os livros ainda tem uma legião de fãs. Apoio qualquer autor que desperte o desejo de leitura nos jovens.

Um livro com seu personagem masculino favorito:


 Lestat, o príncipe dos vampiros e o personagem favorito da minha adolescência. Até hoje ainda não achei nenhum livro de vampiros que chegue aos pés do vampiro Lestat. Continuo tentando.

Um livro que quebra seu coração:

Minha escolha vai para Tomates Verdes Fritos, foi a primeira vez na vida que um livro me levou as lágrimas. Lembro que fui até a minha mãe que estava passando roupa, abracei-a e desabei. Uma história linda sobre amor e amizades.Acho que tinha uns 12 anos. Desde então, quando um livro me faz chorar eu sempre lembro dele, minha primeira experiência.

Um livro que tem o melhor relacionamento amoroso:

Esse é bem difícil de dizer, pensei em vários tipos de amor e resolvi escolher o Clube da Felicidade e da sorte. Esse livro, que também é um dos meus favoritos conta histórias de mães e filhas chinesas. As dificuldades desses relacionamentos, os choques de cultura e as dificuldades de compreensão. Apesar de tudo isso, cada história é uma história de amor, de mãe para filha.

Um livro que traz uma mensagem poderosíssima:


Tenho vários, mas no momento estou muito mexida com o livro Lies we tell Ourselves. Ele conta a história de duas meninas, uma negra e uma branca, em uma escola do sul dos Eua, no ano de 1959. A escola esta passando pelo movimento de integração e o livro ora é narrado por Linda, a menina branca e ora é narrado por Sarah, a menina negra. Esse livro vai de encontro a algumas leituras que tenho feito no doutorado, sobre reconhecer o outro, se deixar afetar e a construir memórias. Lindo demais, ainda não acabei mas estou indicando para todos que conheço.

Quem pode fazer?
Quem quiser, mas vou recomendar para outra amiga leitora voraz, a Laurinha do blog: Leituras de Laura.


terça-feira, 11 de novembro de 2014

Prendedor de cabelo fácil e diferente

Ando sem tempo pro artesanato pois final de ano e professor é igual a muito trabalho. Apesar disso sempre tento entrar no pinterest para distrair um pouco e essa semana acabei achando um prendedor lindo de tesoura. Morri de amores e inspiração pois: eu tenho várias dessas tesouras que comprei no Aliexpress.
esse é o original que achei no pinterest
Depois disso tudo que precisei foi achar um prendedor para usar de base, cola de bijuteria e pronto! Já estou com o meu há dois dias testando a resitência. O prendedor de tesoura está direto no cabelo. O melhor é que várias pessoas já me perguntaram onde que comprei. Essa semana vou passar na alfândega para comprar outras bases pois estou com algumas inspirações de prendedores. Me aguardem.
Podem esperar que vou fazer alguns para expor no meu estande no próximo  El bazzar, que vai ser 29 de novembro.


Então, o que acharam da ideia?

sábado, 8 de novembro de 2014

Como andam minhas leituras nesse ano.

    Estou a algum tempo sem postar resenhas, isso não significa que esteja sem ler nada. Muito pelo contrário, consegui manter minha meta de 1 livro por semana(apesar de as vezes conseguir ler dois) e até agora tenho mantido meu desafio anual de 70 livros por ano. Estou no número 58 e não, eu não conto os livros do doutorado. Se fosse contar com esses acho que já tinha batido a meta.

fechando a meta do ano passado com 73 livros

     Até o ano passado eu tinha um caderno onde anotava minhas leituras mas confesso que o goodreads me deixou preguiçosa. Acho mais fácil clicar no site e avaliar lá mesmo, pura falta de tempo. O que é uma pena pois esse caderno é recheado de memórias bacanas, minha meta para as férias é colocar esse caderno em dia. Comecei o ano super animada e tinha escolhido algumas gravuras de iluminuras que tenho para o ano de 2014 mas só escrevi as leituras de janeiro.
(a capa foi customizada de um caderno que ganhei de presente)


   O mais legal do caderno é que conseguia fazer um balanço mensal mais fácil de ver, agora tenho uma estimativa. Sei por exemplo, que em agosto li bastante mas muitas leituras foram bem fracas. Ficava mais fácil quando escrevia e desenhava no caderno.

minha página das leituras de janeiro
Outubro porém foi muito bom, nesse mês li dois livros que estava esperando a bastante tempo. O último volume da trilogia dos séculos: Eternidade por um fio. Achei esse o mais fraco dos três mas apesar disso super recomendo a coleção toda. Vale a leitura e volto a dizer que gostei de todos da coleção e só achei o terceiro fraco quando comparo com os dois anteriores.

Li todos no Kindle mas gosto muito das capas.

Fechei o mês de outubro com o último volume da série dos Olimpianos do Rick Riordan: Sangue no Olimpo. Sou fã desse autor e achei que ele fechou a série com chave de ouro, li o livro em três dias, teria sido menos se não tivesse viajado com minhas turmas para Parati. O livro é daqueles que prendem no início ao fim. Ficava angustiada toda vez que tinha compromisso e era obrigada a interromper a leitura. Para mim essa é a graduação máxima de um livro: não conseguir largar.
Coloquei para vocês as duas capas que achei lindas. Mas mais uma vez li no kindle. A verdade é que tenho lido cada vez menos livros em papel, por uma questão de espaço e peso na bolsa. Porém, confesso que sinto falta de ver as capas na minha estante.


E vocês, como andam as leituras do ano? Recomendam algo?

domingo, 26 de outubro de 2014

Rede social para amantes dos livros: goodreads

 


  Vocês já ouviram falar no goodreads? Ele é uma rede social para os amantes dos livros. Inclusive você pode se conectar usando o seu perfil do facebook.  Ele me foi indicado por uma amiga e comecei a usar no começo desse ano. Nele você marca todos os livros que leu no ano, participa de quiz, e pode entrar nas páginas dos autores e fazer perguntas para eles pois as vezes eles abrem fórums.
    Para mim a grande vantagem foi poder trocar sugestões de livros com as pessoas pois você pode dar uma nota para os livros e escrever uma pequena resenha. Muito útil na hora de escolher seu próximo favorito.
    Além disso, o aplicativo ainda traz sugestões de leituras baseadas naquilo que você marcou como lido. Nessas sugestões também entram HQs. Nele você cria estantes virtuais com os títulos lidos e com aqueles que você quer ler.
     Desde de que comecei a usar a minha estante de possíveis leituras só aumentou e já tive ótimas surpresas com as indicações dadas pelo site.


Vale dizer que muitas indicações são em inglês mas já estão começando a aparecer as versões em português. Outra vantagem é pra quem lê no kindle é entrar na amazon e marcar os livros na lista de desejos e esperar entrar em promoção. Já comprei livros bem legais por 0,99. Isso tudo porque minha lista na amazon agora tem mais de 100 livros. Desde de que comecei a usar não tenho ficado sem nada para ler, muito pelo contrário. A minha lista fica cada vez maior.


Ficou curioso?Vai lá e dá uma olhada no meu perfil, quem sabe você não se anima e cria o seu. Aproveita e compartilha ele comigo.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Carinho materializado: O Brigadeiro de Nutella.


   Essa semana namorido trouxe do trabalho um potinho de nutella feita em casa, pela avó de uma amiga dele. Ela mandou depois dele ter comentado que sou louca por nutella. A nutella caseira veio em um vidrinho que era para devolver.
   Como minha mãe ensinou que sempre que ganhamos comida de presente temos que devolver com outra gostosura resolvi fazer brigadeiro de Nutella, meu favorito.
    A receita é super simples, igual ao brigadeiro tradicional, mas ao invés de chocolate coloca-se nutella.

Ingredientes:

1 lata de leite condensado
3 colheres de sopa de Nutella.

obs: Não coloco manteiga nem margarina, pois essa receita fica melhor se comermos em copinho.

Preparo:

Leve ao fogo baixo e mexa sempre. Espere ferver e controle o ponto. Tire da panela e aproveite.



Depois de pronto enfeitei o vidrinho com washi tape, escrevi com caneta e fiz uma tag agradecendo. Amei a desculpa para enfeitar bastante o pote. Adoro dar presentes feitos a mão e como diz uma amiga eu materializo o carinho.



LinkWithin

Related Posts with Thumbnails